Lucre vendendo chocolates na Páscoa, confiram esta reportagem  com uma artesã que ganha dinheiro com a venda de chocolates artesanais e ovos de páscoa.

Além da história de talento e perseverança da artesã você também confere um passo a passo de ovo de páscoa e dicas para trabalhar com ovos de chocolate artesanais.

A artesã Beth Guimarães, 37 anos, assistente administrativa, São Paulo, SP começou a fazer chocolates brincando, aos 13 anos. Agora, já possui a própria loja de doces.

Vender doces dá um bom dinheiro. Há mais de 15 anos faço e vendo ovos de Páscoa e bombons.

Com o tempo, me aperfeiçoei no negócio. No ano passado lucrei mais de R$ 7 mil, e pretendo repetir a façanha agora.

Atualmente, gasto cerca de R$ 15 para fazer um ovo trufado e consigo vendê-lo por até R$ 40. Em média, demoro uma hora para fazer 20 ovos trufados de 650g.

Faltam cerca de três semanas para a Páscoa, e a dica que dou a quem quiser levantar uma grana é correr muito! Pra começar, compre as formas dos ovos e os ingredientes necessários. Aí, é só acompanhar o meu passo-a-passo. Boa Páscoa!


Faça boas vendas:

  • Peça para seus parentes, amigos e vizinhos divulgarem o seu trabalho.
  • Faça panfletos com os produtos e os valores e os distribua no comércio e nos bairros próximos.
  • Monte uma cesta com dois ovos e bombons

Dicas para agilizar o seu trabalho

  • Faça um mutirão de trabalho. Convoque parentes e amigos para trabalhar com você.
  • Em casa, todos me ajudam com coisas que não envolvem mexer no chocolate. Meu marido sempre vai ao supermercado quando falta alguma coisa. Meu filho, minha mãe e minhas irmãs me ajudam com os embrulhos e também lavam a louça.
  • Mantenha o ambiente sempre limpo. Antes de colocar a mão na massa, prenda os cabelos e coloque uma touca. Lave as mãos e coloque uma luva e um avental.
  • Enquanto você derrete o chocolate para colocar nas forminhas, vá fazendo os recheios dos ovos. Isso agilizará o trabalho.
  • Não adianta fazer o melhor chocolate do mundo se o embrulho não chamar a atenção. Invista nas embalagens! Elas até podem ser simples, mas devem ser bem-feitas.
  • Prefira embrulhá-los de manhã ou à noite, porque o calor pode fazer o chocolate derreter. E, se você tiver de voltar o ovo à geladeira, ele ficará com uma aparência de velho.

Trocou o consultório pelos ovos de Páscoa

Vender chocolate dá um bom dinheiro! Siga as dicas e aprenda a faturar.

A minha história é um exemplo de que é possível viver o ano todo somente com a renda do chocolate

Na Páscoa do ano passado eu vendi 270 quilos de chocolate! Foi o resultado de dias e noites produzindo ovos. Naquela época eu ainda trabalhava na cozinha da casa da minha mãe e todos da família entraram na dança. Só demos conta porque foram três turnos diários e tive a ajuda de oito pessoas. Detalhe: quatro dias antes da Páscoa deixei de atender o telefone e de aceitar novos pedidos!

Receita do ovo de páscoa de pão de mel

Com a certeza de que o meu amor pelos chocolates poderia virar uma profissão, decidi trocar de vez o meu consultório de dentista pela cozinha. E não me arrependo. Hoje sou uma mulher realizada!

Uma paixão de infância

Sempre gostei de cozinhar, desde criança. Na escola, eu presenteava os amigos com chocolates e pães de mel feitos por mim. Pão de mel sempre foi a minha especialidade! Aprendi a receita aos 14 anos e nunca mais parei. Hoje é o doce que mais vendo e o meu ovo de Páscoa que faz mais sucesso entre os clientes.

Sempre acreditei que dar um doce é uma maneira linda de dizer que alguém é especial. Meus amigos diziam que eu levava jeito e que poderia comercializá- -los. Mas que nada: eu só fazia mesmo para dar de presente. Profissionalmente, não tinha dúvidas: ”Quero ser dentista”.

Não dava pra ter duas profissões

Aos 18 anos entrei para a faculdade de odontologia. Foram 11 anos dedicados à profissão, fora o tempo de estudo. Decidir entre ser dentista ou trabalhar com chocolates foi o passo mais difícil que já dei. Acreditava que um não eliminaria o outro, mas os dois exigiam atenção.

Fiz curso sobre chocolates

Na Páscoa de 2005, algumas amigas me pediram para fazer ovos caseiros. Elas já tinham experimentado os meus doces e sabiam que eu toparia com prazer. Apesar de eu não ter cobrado, aquela foi a minha primeira encomenda. A partir daquele momento, tudo começou a rolar naturalmente. Os próprios presenteados faziam pedidos. Pensei: ”Por que não?”. E decidi enfrentar o desafio.

Já na Páscoa seguinte, em 2006, encarei o chocolate como um trabalho sério. Para conciliar com o consultório dentário, tirei 30 dias de férias. Dedicação total aos ovos e ajuda geral da família. Bingo: vendi muito mais do que esperava. Aproveitei para fazer cursos sobre chocolate na cidade de São Paulo.

Em 2007, abri a minha empresa, a ChocoHoney, e o ritmo acelerou: apareceram encomendas para Páscoa, Dia das Mães, Natal, batizados, aniversários, casamentos e festas em geral. No final de 2008 demos uma guinada com a divulgação espontânea no jornal local de Sorocaba. Tudo indicava que o meu investimento estava no rumo certo!

Felizmente, a Páscoa de 2009 chegou. E, com ela, só coisas boas. Fiquei preocupada com o aumento do preço da matéria-prima, mas os clientes continuaram fiéis. Sucesso! Vendi 270 quilos de chocolate no total! Olha que maravilha: com o lucro das vendas, finalmente consegui montar uma cozinha industrial. Foi um sonho realizado!

Os segredos do meu sucesso

A minha história é um exemplo de que é possível viver o ano todo somente com a renda do chocolate. Mas é preciso muito esforço e empenho. A fórmula do sucesso é trabalhar com bom chocolate, criar receitas, fazer embalagens bonitas e conquistar a clientela. Quando recebo um pedido, por exemplo, pergunto tudo sobre o presenteado: sexo, idade, profissão, o que ele gosta de fazer etc. Com essas informações, elaboro um chocolate personalizado.

A preocupação com a aparência também é importantíssima. Temos que conquistar com os olhos e depois, claro, com o sabor. Mesmo que a receita seja simples. Se for um brigadeiro, por exemplo, é preciso que seja o melhor brigadeiro que o cliente já provou.

Ah, e a odontologia? Bem, ainda tenho alguns clientes às quartas-feiras, mas logo deixarei o consultório. Pretendo trabalhar apenas como dentista voluntária em uma entidade de assistência a pessoas carentes. Boa ideia, não é? E tem mais uma novidade: em breve vou ganhar um novo ajudante na ChocoHoney. É o bebê que estou esperando ansiosamente. Quanta coisa boa!

Minhas 10 dicas para você também se dar bem:

1. Escolha chocolates de qualidade. E isso não significa preços altos!

2. Use os preços dos supermercados como referência.

3. Divulgue o seu trabalho para os conhecidos um mês antes da Páscoa. Assim eles terão tempo de encomendar e você poderá se programar.

4. Faça degustações gratuitas: quem gosta, leva.

5. Não compre muito chocolate para estoque. Procure ir de acordo com os pedidos, tentando deixar uma pequena margem de sobra.

6. Fique sempre atenta à temperatura do chocolate. O ideal é que ela fique entre 28ºC e 31ºC.

7. Não é necessária uma cozinha industrial. Eu trabalhei muitos anos derretendo o chocolate no forno micro-ondas ou em banho-maria.

8. Pense em embalagens bonitas e sempre pergunte o gosto do cliente.

9. Abuse das receitas simples, são as mais pedidas.

10. Crie novos recheios: misture o tradicional brigadeiro com uma fruta, por exemplo.

Fonte: mdemulher.abril.com.br

Gostou? Foi Útil? Compartilhe!


Veja Mais Artesanatos Agora:


Comentários

    gostei das dicas estou começando agora nao estou conçeguindo dezenforma as trufas go m
    staria de mais dicas obrigada deus abençoi

    Muito bom mei…

    muito util amei suas dicas e 10 obrigada bjs