O dia 21 de abril é comemorado o dia de Tiradentes desde o ano de 1965, sendo feriado nacional, de acordo com a Lei 4.897 de 9 de abril, onde se instituiu Tiradentes como Patrono da Nação Brasileira.

Todos os anos nesta data, o capital de Minas Gerais simbolicamente deixa de ser Belo Horizonte. O título é transferido para a cidade de Ouro Preto onde acontecem as comemorações em homenagem a Tiradentes.

Comemora-se o dia de Tiradentes em 21 de abril por que foi a data em que José Joaquim da Silva Xavier, o Tiradentes, ativista político, foi enforcado em praça pública por causa de suas ideias de liberdade e igualdade.

Quem foi Tiradentes

Joaquim José da Silva Xavier, conhecido como Tiradentes foi um dos líderes do movimento chamado de Inconfidência Mineira.

Além de ser um alferes (cargo militar da época), era também dentista, e por esse motivo ficou conhecido como Tiradentes.

Por volta dos séculos XVII e XVIII, o Brasil era governado pela então rainha D. Maria, a louca.


Nessa época, o Brasil proporcionava grandes lucros à coroa portuguesa, através de suas riquezas minerais. Minas Gerais era o polo do ouro e do diamante, porém essas riquezas estavam se acabando.

Além do ouro e do diamante estarem ficando escassos, muitos não pagavam um tipo de imposto da época chamado o quinto, o que fez com que o lucro de Portugal começasse a cair.

Com a queda dos lucros, a coroa portuguesa resolveu reagir aumentando os impostos e o controle sobre as riquezas. Essa reação impactou também sobre os rendimentos que recebia cada cidadão mineiro. Isso desagradou à elite de Minas Gerais, que já estavam influenciadas pelas ideias iluministas europeias.

Inicio da Inconfidência Mineira

Foi aí que se iniciou a Inconfidência Mineira. Era um movimento onde a maioria dos inconfidentes eram homens cultos e ricos, como era o caso de Tomás Antônio Gonzaga, exceto Tiradentes que era militar e dentista.

O movimento queria que o Brasil fosse independente de Portugal.

Apesar de ser um movimento bem articulado, liderado por Visconde de Barbacena, os inconfidentes foram denunciados por Silvério dos Reis, um devedor de impostos que acreditava que agindo assim sua dívida seria sanada.

Por esse motivo todos os inconfidentes foram presos. Tiradentes foi apanhado no Rio de Janeiro, ficou preso de 1788 a 1792, esperando sua sentença, que só terminou no dia 18 de abril de 1792, três anos depois.

Aqueles que tinham muito dinheiro foram condenados a penas brandas como, serem exilados (expulsos do país), porém Tiradentes que era pobre recebeu a pena maior. Foi enforcado e esquartejado no dia 21 de abril de 1792.

A morte de Tiradentes foi tida por muito tempo como o dia da morte de um abolicionista rebelde, só após a Independência do Brasil e a Proclamação da república, é que a imagem de Tiradentes passou a ser reconhecida como um dos principais heróis da nação, como um dos primeiros que lutaram até a morte pela liberdade do Brasil.

As primeiras formas de reconhecimento desse herói foi o monumento instalado na cidade de Ouro Preto em 1867, e depois o quadro de Tiradentes esquartejado feito pelo pintor Pedro Américo, época em que se procuravam mártires e patrono da nação.

O quadro mostra um martírio próximo ao de Jesus Cristo crucificado.

Gostou? Foi Útil? Compartilhe!

Comentários

    Amei os vídeos, amo tudo que é artesanato

Veja Mais Artesanatos Agora: